Após 90 dias da criação da lei Desenrola Brasil, o novo limite de juros do rotativo dos cartões de créditos entrou em vigor neste ano. O usuário entra no rotativo do cartão quando não consegue pagar a fatura por inteiro. Agora, caso a pessoa gaste R$200 e pague apenas R$100, o valor máximo de juros a ser cobrado será de R$200. Anteriormente, a média de juros do cartão de crédito estava em 434,4% ao ano, utilizando o mesmo exemplo, a dívida ficaria em um valor final de R$534,40 após 12 meses.

Essa mudança é válida também para quem quiser parcelar o saldo devedor do cartão de crédito. O presidente da central, Manassés Oliveira, falou do impacto dessa importante medida na vida dos trabalhadores e trabalhadoras: “Colocar um limite nas taxas do rotativo do cartão de crédito e possibilitar a renegociação das dívidas, eram uma grande necessidade para evitar o crescimento das dívidas de forma injusta”.

Essa nova taxa de juros é válida apenas para débitos contraídos a partir de 03 de janeiro de 2024 (data início da vigência das novas regras).
Para dívidas anteriores a essa data, tanto do cartão de crédito rotativo ou parcelado, é possível buscar a instituição financeira para renegociar a dívida com taxas menores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × dois =