A UGT Regional Oeste/Sudoeste do Paraná, realizou nesta sexta-feira o congresso da entidade na cidade de Cascavel.

Vários dirigentes de diversas entidades se fizeram presentes, dentre os quais o presidente da Regional, Antônio Vieira Martins; o presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi; o presidente da Feaconspar, Manassés Oliveira; o presidente da FEEB – Federação dos Bancários, Gladir Basso, o diretor da Fesmepar, Leonel Lupatini, dentre outras lideranças.

O presidente da Regional, destacou a importância da união das regiões oeste e sudoeste, fortalecendo o trabalho sindical nas bases. “A UGT é uma central que tem propostas em todos os níveis, e vamos cada vez mais demonstrar nosso trabalho”, disse Toninho Frentista.

Por sua vez o presidente da FEEB, Gladir Basso, reiterou que as entidades precisam discutir e ter propostas quanto a reforma trabalhista que não prejudiquem as entidades de grau menor, pois caso contrário os prejudicados serão os trabalhadores.

Manassés Oliveira, destacou o trabalho político sindical da UGT, e em especial as possibilidades que a entidade pode alcançar com parcerias que tragam benefícios aos representados.

Paulo Rossi, presidente da UGT-PARANÁ, discorreu sobre o cenário político nacional e a necessidade da classe trabalhadora apoiar o governo do presidente Lula. “Ficamos quatro anos sofrendo com uma política nefasta que acarretou na retirada de direitos trabalhistas, previdenciários e no aumento da desigualdade social no país. Chegou o momento do movimento sindical resgatar a luta em defesa dos mais necessitados”, disse Rossi, que concluiu agradecendo a cada dirigente pelo apoio que recebeu à frente da UGT-PARANÁ, cujo mandato termina no dia 27 de fevereiro no congresso estadual da entidade na cidade de Foz do Iguaçu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − 4 =