O procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho, Dr. Alberto Emiliano de Oliveira Neto, recebeu os representantes dos sindicatos e federações filiadas à UGT- PR na sede do MPT neste dia 19/03.

Em sua fala, expressou satisfação por receber um grupo tão expressivo de entidades sindicais em um órgão que promove a liberdade sindical e a defesa dos interesses das categorias dos trabalhadores.

Representantes das Federações ugetistas Feaconspar (Maria Donizeti T. Alves), FECEP (Leocides Fornazza) e da Federação dos Motoristas (Moacir Ribas Szeck) ocuparam a mesa. Além deles, Edson David Coelho, representando a Fetravispp, também esteve presente. Todos os sindicatos presentes tiveram a oportunidade de expor, encaminhar solicitações e pedir intercessão do MPT em relação às dificuldades enfrentadas.

Entre as principais questões apontadas estão as práticas antissindicais cada vez mais recorrentes praticadas por empresas e órgãos públicos, questões de assédio moral, saúde e segurança no trabalho.

O desrespeito às convenções coletivas de trabalho e acordos em licitações também foi um tema amplamente debatido já que muitos órgãos públicos, ao desconsiderar que o negociado se sobrepõe ao legislado, estão precarizado condições e retirando direitos conquistados pelos trabalhadores.

Manassés Oliveira, presidente estadual da UGT, reforçou a importância do encontro. “A nossa união pelo bem comum fortalece os princípios democráticos, o movimento sindical e as instituições de defesa dos trabalhadores”, destacou.

Entre os encaminhamentos junto ao MPT, as entidades sindicais definiram por ampliar os debates entre centrais, federações e confederações para buscar um entendimento por norma técnica que beneficie os trabalhadores e protejam as instituições coletivamente. Dr. Alberto Emiliano afirmou que as portas do seu gabinete estarão sempre abertas para fazer a interlocução e ampliar a voz dos trabalhadores na proteção dos direitos fundamentais e a democracia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + quinze =