Palavra do presidente
Data: 29-06-2009 | Publicado por: UGT - Paraná

Caros internautas,

 

 

paulor_2019.jpgA UGT-PARANÁ completou no dia 08 de março de 2019, 11 anos de fundação em nosso estado. Essa data (8/3), foi escolhida em virtude da comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Atualmente temos 201 entidades filiadas à UGT somente no Paraná, representando mais de 800 mil trabalhadores de diversas categorias do setor público, privado, rural e dos profissionais liberais.

Dados do antigo Ministério do Trabalho, cujas atribuições das relações sindicais estão sob a responsabilidade do Ministério da Justiça, comprovam que a UGT é a maior central sindical paranaense em número de sindicatos filiados.

Isso só foi possível graças a confiança e trabalho de cada dirigente sindical que compõe a direção estadual e o quadro de filiados, e também à descentralização das ações da UGT-Paraná, criando 4 regionais: Norte, Oeste, Litoral e Noroeste, que diga-se de passagem, essa última é presidida pela aguerrida comerciária Miromar Ponciano. É através das regionais que os sindicatos e as entidades estão mais próximas das políticas da central, beneficiando assim os representados. Na região Norte, a UGT é presidida pelo servidor público Marcelo Urbaneja; na região Oeste a UGT é liderada pelo frentista Antônio Vieira e no litoral a UGT é comandada pelo trabalhador da saúde, Jaime Ferreira.

Além disso, temos os coordenadores regionais do Sudoeste, capitaneado pelo trabalhador cooperativista José Altair Constantino, e na região dos Campos Gerais sendo coordenada pela trabalhadora da área de asseio, conservação e serviços, Maria Donizete Teixeira Alves, que também é a segunda vice-presidente da executiva estadual, reafirmando o compromisso da UGT em respeitar a resolução da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que trata da participação efetiva das mulheres em cargos de direção.

A União Geral dos Trabalhadores – UGT, presidida nacionalmente pelo sindicalista Ricardo Patah, que também preside o Sindicato dos Comerciários de São Paulo – maior sindicato da América Latina, caminha para seu 4º Congresso Nacional, cuja temática “4ª Revolução Industrial, o Futuro do Trabalho e a Ação Sindical”, abordará questões de extrema importância para a classe trabalhadora, tais como: a automatização, os objetivos de desenvolvimento sustentável e a revolução digital e seus impactos na saúde do trabalhador.

A UGT é vanguarda no sindicalismo porque defende e pratica um sindicalismo cidadão, ético e inovador, com propostas para diversas áreas: previdência, tributária, trabalhista, judiciária e sindical, temas esses que impactam e impactarão diretamente na vida dos cidadãos e cidadãs do nosso querido Brasil.


Essa é a nossa política. Sem patrulhamentos ideológicos e partidários, respeitando acima de tudo o ser humano como instrumento de evolução social.

Unidos Somos Mais Fortes!

 

Paulo Rossi – Presidente da UGT-PARANÁ