UGT solidária ao ministro Alexandre de Moraes e ao STF
Data: 23-08-2021 | Publicado por: UGT - Paraná

UGT solidária ao ministro Alexandre de Moraes e ao STF

alexandre_moraes.jpg

 

 

A União Geral dos Trabalhadores (UGT), central sindical que representa 1386 Sindicatos, Federações e Confederações, tendo em seus quadros 12 milhões de trabalhadores, está perplexa com o pedido de impeachment contra o ministro do Superior Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, encaminhado ao Senado pelo presidente Jair Bolsonaro. A UGT hipoteca seu total e irrestrito apoio e solidariedade ao ministro Alexandre de Moraes e a todos os ministros do STF, guardiões da Constituição Federal e dos direitos constitucionais de todos os brasileiros.

O pedido encaminhado ao Senado é uma tentativa de intimidação e retaliação aos membros da Suprema Corte do País. Esse comportamento só traz insegurança à democracia e à sociedade. Além disso, contribui negativamente para a imagem já tão desgastada do Brasil na comunidade internacional.

O País vive um momento dramático. Estamos chegando a 600 mil mortes pela COVID -19, o desemprego já atinge mais de 14 milhões de trabalhadores e a fome é uma realidade nas casas de milhões e milhões de brasileiros. O Brasil precisa se voltar para encontrar solução para esse drama. Porém a falta de aptidão do presidente para o cargo só cria insegurança à sociedade.

A UGT lamenta mais essa triste página da nossa história e se considera preparada para sair às ruas em defesa da nossa democracia.

Ricardo Patah - Presidente nacional da UGT
Paulo Rossi – Presidente da UGT-PARANÁ

 

Post Mario de Gomes
Foto: arquivo UGT

Secretário de Comunicação UGT-PARANÁ
Douglas Claro