Prefeito de Maringá cancela coleta de lixo
Data: 23-03-2020 | Publicado por: UGT - Paraná

Prefeito de Maringá cancela coleta de lixo

Em meio a pandemia de Coronavírus, o presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação (Siemaco) de Maringá, João Gerônimo Filho, entidade filiada à UGT, e que representa os trabalhadores que atuam na coleta de lixo, critica a atitude do prefeito Ulisses Maia (PDT), de cancelar contrato, deixando mais de 100 trabalhadores desempregados. “Nesse grave momento pelo qual atravessa o Brasil e o mundo, em virtude dessa pandemia do Coronavírus e à beira de uma nova recessão, o prefeito de Maringá penaliza justamente os mais necessitados e que são responsáveis pela limpeza da cidade. Pedimos para que toda a população nos apoie, pois caso contrário, o município é quem ficará sem a coleta de lixo por um ato de insanidade e insensibilidade do prefeito Ulisses Maia”, apela o sindicalista.

Para o presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi, “na contramão do chamado espírito patriótico, o ato do prefeito de Maringá expressa a total falta de cidadania, deixando transparente sua inépcia no trato de questões públicas, principalmente nesse período tão delicado para a manutenção da saúde e da vida do povo maringaense, além de deixar centenas de famílias desamparadas, sem remuneração”, disse Rossi. O presidente da central destacou ainda a recente medida provisória editada pelo governo federal onde deixa clara a necessidade da manutenção dos serviços públicos essenciais:

“ Serviços públicos e atividades essenciais

Art. 3º  As medidas previstas na Lei nº 13.979, de 2020, deverão resguardar o exercício e o funcionamento dos serviços públicos e atividades essenciais a que se refere o § 1º.

§ 1º  São serviços públicos e atividades essenciais aqueles indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, assim considerados aqueles que, se não atendidos, colocam em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população, tais como:

VIII - captação e tratamento de esgoto e lixo;”.  O prefeito Ulisses Maia além de promover um desserviço público pode ser responsabilizado por crimes contra a população de Maringá, fez questão de frisar Paulo Rossi.

Post Mario de Gomes
Foto: arquivo UGT

Secretário de Comunicação UGT-PARANÁ
João Riedlinger