O “Futuro do Trabalho” foi tema de Gladir Basso no Seminário Internacional 100 Anos da OIT
Data: 10-09-2019 | Publicado por: UGT - Paraná

O “Futuro do Trabalho” foi tema de Gladir Basso no Seminário Internacional 100 Anos da OIT

gladir100_oit.jpgA Organização Internacional do Trabalho (OIT) realizou eventos em vários países, alusivos às comemorações de seu centenário de fundação. Em Curitiba (PR), a data foi lembrada com o seminário internacional: “O Centenário da OIT e o Futuro do Trabalho”, realizado de 26 a 30 de agosto. A abertura foi no auditório da Universidade Federal do Paraná, e o encerramento no plenário do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT/PR).

 Integrando a programação de encerramento do seminário, o diretor de Acessibilidade da União Geral dos Trabalhadores, presidente da Federação dos Bancários do Estado do Paraná (Feeb-PR) e do Sindicato dos Bancários de Cascavel e Região, Gladir Basso, falou em nome das centrais e entidades sindicais de trabalhadores do Paraná. Ele abordou o tema “Futuro do trabalho no Brasil". Em sua palestra, Gladir Basso citou a revolução industrial que está ocorrendo, com forte mudança nos cenários nacional e internacional, o que vem provocando alterações também nas relações do trabalho.

O sindicalista destacou que essa  era da revolução da digitalização e avanços tecnológicos, estão influenciando mudanças muito profundas nas relações do trabalho”. Consequentemente, acrescentou Gladir, “as entidades sindicais precisarão se adequar a essa nova realidade e enfrentar os desafios e as oportunidades no futuro do mercado de trabalho no Brasil”. Como exemplo, ele citou que estudos apontam que haverá redução de 25% no volume global de vagas de trabalho até 2030, devido à automação. “Com essa redução, cargos de média e alta gestão tendem a ser cada vez mais pressionados por resultados”. Acrescentou  que, com essas transformações nas áreas da automação, digitalização e tecnologia, e agora com inserção da 5G, “haverá mudança muito forte no mercado de trabalho, forçando a eliminação de algumas funções profissionais e o surgimento de outras”.

Ainda no dia 30, no TRT-PR, houve palestras sobre “Desafios do futuro do mercado de trabalho no Brasil”, a cargo de Guilherme Feliciano, juiz do trabalho e professor de Direito do Trabalho/USP, e Alexandre Furlan, presidente do Conselho de Relações do Trabalho da Confederação Nacional da Indústria (CNI); “O centenário da OIT, pensando o futuro do trabalho”, por Claudia Costin, diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da FGV-RJ/membro da Comissão Global sobre o Futuro do Trabalho.

gladir100_oit-2.jpg
Dr. Sandro l. Nicolodeli, professor de Direito da UFPR,(E),
Gladir Basso, Dra. Cláudia Costin, diretora do Centro
de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da FGV-RJ,
Valfrido Antônio Oliveira, diretor da Feeb/PR, desembargador
Luiz Eduardo Gubther e Iara Freire, secretária Geral da
UGT-PARANÁ e diretora da Feeb/PR

 

Post Mario de Gomes
Fonte/fotos: Feeb/PR

Secretário de Comunicação UGT-PARANÁ
João Riedlinger