UGT nacional reúne comerciários na sede da FECEP
Data: 08-07-2019 | Publicado por: UGT - Paraná

UGT nacional reúne comerciários na sede da FECEP

enfecep.jpgDirigentes sindicais de diversos sindicatos de comerciários de vários estados estiveram reunidos na sede da FECEP-Federação dos Comerciários do Estado do Paraná, na tarde sexta-feira, 5 de julho. O encontro foi promovido pela Secretaria Nacional dos Comerciários da União Geral dos Trabalhadores.

A reunião teve como objetivo a troca de experiências dos Sindicatos, no que se refere a situação atual do movimento sindical - "A manutenção das entidades sindicais sem a contribuição".

Para Leocides Fornazza, presidente da FECEP, o encontro de comerciários ajuda a alavancar o trabalho dos sindicatos, além de procurar novas ideias para atuar em defesa dos comerciários. "Os principais pontos da discussão são: Novas práticas sindicais, autorregulamentação da categoria e novas fontes de custeio. Precisamos definir estes temas para que os sindicatos não fiquem enfraquecidos e em consequência, fortalecemos a base", afirmou.

Participantes do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais e Paraná estiveram na reunião, entre eles: Edson Ramos e Avelino Garcia Filho, ambos do Sindicato dos Comerciários de São Paulo/SP; Waldemar Schulz Junior (Mazinho), Sindicato dos Comerciários de Joinville/SC; Julio Gevaerd, Sindicato dos Comerciários de Brusque/SC; Tiago José Wagner, Sindicato dos Comerciários de Lajes/SC; Eduardo Toccillo, advogado de Blumenau/SC; José Tadeu de Oliveira Castelo Branco, Sindinstal; José Carlos dos Santos, Sindicato dos Comerciários de Araçatuba/SP; Nadir da Silva Almeida, Sindicato dos Comerciários de Presidente Venceslau/SP; Aparecido de Jesus Bruzarosco, Sindicato dos Comerciários de Ourinhos/SP e Fecomerciários/SP; Luciano Alves Ribeiro, Sindicato dos Comerciários de Itu/SP e Fecomerciários/SP; José Cloves Rodrigues, Sindicato dos Comerciários de Belo Horizonte/MG.

Post Mario de Gomes
Fonte/foto: Comunicação FECEP

Secretário de Comunicação UGT-PARANÁ
João Riedlinger