Desafios para o movimento sindical é tema de curso em Maringá
Data: 07-11-2018 | Publicado por: UGT - Paraná

Desafios para o movimento sindical é tema de curso em Maringá

bmaringa-02.jpgO Sindicato dos Bancários de Maringá (entidade filiada à UGT), promove dias 6 e 7 de novembro, o  curso de formação sindical: “Dilemas e Desafios para o  Movimento Sindical Diante da Atual Situação Política e Econômica Brasileira”. O curso é  é ministrado pelo renomado professor e formador social Erledes Elias da Silveira e acontece na sede campestre do sindicato, em Maringá (PR).

Durante os dois dias os diretores sindicais percorrerão pontos importantes da história sindical do País e a importância do ativismo sindical para as conquistas e avanços da classe trabalhadora. “Para entendermos o futuro é preciso que conheçamos nossa história”, diz o presidente do Sindicato, Claudecir de Oliveira. O dirigente destaca que o movimento sindical passa por uma reinvenção, tendo de ampliar seus diálogos com as bases e solidificando a representatividade trabalhista.

Para o professor Erledes  –que é assessor da secretaria Nacional de Formação Sindical da UGT-, a reforma trabalhista vem causando danos irreversíveis aos trabalhadores e às futuras gerações sofrerão mais ainda: “Temos de pensar nas futuras gerações de trabalhadores brasileiros, pois nossos jovens já ingressarão no mercado de trabalho com o peso da subserviência, com baixos salários e sem direitos trabalhistas”, alerta Erledes.

Uma das preocupações dos dirigentes sindicais é a chamada Quarta Onda: segundo especialistas, apenas no setor industrial, até 2020, cerca de 5 milhões de postos de trabalho deixarão de existir no mundo, por conta do uso das tecnologias. “No setor financeiro/bancário já vemos isso acontecendo, onde as relações humanas entre as instituições  e clientes estão sendo substituídas por máquinas e aplicativos digitais”, lembrou o presidente Claudecir.

Post  Mario de Gomes
Em 7/11/2018
Foto: Bancários Maringá

Secretário de Comunicação UGT-PARANÁ
João Riedlinger